Acesso ao principal conteúdo
Desporto

Mama Baldé, internacional guineense é imprescindível no Dijon

Áudio 06:28
Mama Baldé, internacional guineense.
Mama Baldé, internacional guineense. OZAN KOSE / AFP

Durante duas semanas todos os campeonatos de futebol vão estar parados devido aos compromissos internacionais das selecções. O campeonato francês da primeira divisão de futebol, a Ligue 1, encerrou no passado fim-de-semana a quarta jornada com o regresso do Paris Saint-Germain à liderança.Os Parisienses venceram por 0-2 na deslocação ao terreno do Metz e lideram com nove pontos, os mesmos que o Rennes e o Nice, sendo que o Nice impôs a primeira derrota da temporada ao Rennes por 1-2, e os mesmos nove pontos que o Angers, clube que derrotou por 2-0 o Dijon.A liga francesa conta com vários jogadores lusófonos, entre eles guineenses. A RFI falou com Mama Baldé, internacional guineense de 23 anos, que representa a equipa do Dijon, cidade conhecida pela Mostarda.O avançado do Dijon abordou os dois próximos compromissos da Guiné-Bissau frente a São Tomé e Príncipe na primeira fase de apuramento para o Mundial de 2022 no Qatar, mas primeiro Mama Baldé analisou o início de temporada complicado para o Dijon que perdeu os seus quatro primeiros jogos, o último no passado fim-de-semana frente ao Angers por 2-0.Recorde-se que a Ligue 1 conta também com um outro internacional guineense, Moreto Cassamá, que joga no Stade de Reims.Uma nota para o campeonato português de futebol,O Famalicão venceu por 2-3 na deslocação ao terreno do Desportivo das Aves e lidera a liga com 10 pontos, um ponto à frente do Benfica, que derrotou o Sporting de Braga por 0-4, e do Porto, que venceu por 3-0 o Vitória de Guimarães. Quanto ao Sporting Clube de Portugal desceu para o quinto lugar com sete pontos isto após a derrota caseira por 2-3 frente ao Rio Ave.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.