Acesso ao principal conteúdo
Casamento/Gay

Cidade do sul da França realiza casamento gay

A prefeitura da cidade de Cabestany celebrou neste sábado (12/11/2011) um casamento gay.
A prefeitura da cidade de Cabestany celebrou neste sábado (12/11/2011) um casamento gay. Getty Image

O prefeito da cidade de Cabestany, no sul da França, realizou neste sábado um casamento entre o casal de homossexuais. A cerimônia tem apenas um valor simbólico, mas serviu para relançar o debate sobre o assunto.  

Publicidade

Os parisienses Patrick, de 48 anos, e Guillaume, de 37 anos, celebraram o casamento neste sábado diante do prefeito de Cabestany, Jean Villa, e de amigos do casal. Para o prefeito comunista, “recusar o casamento homossexual é ingnorar a realidade de vários casais homossexuais”.

Após a cerimônia, que teve direito a beijo e troca de alianças, o prefeito declarou para jornalistas que o casamento era um “ato militante” e que “há momentos em que é preciso estar fora da lei”. Villa, porém, foi prudente. Para evitar que o casamento seja anulado posteriormente, o ato não foi registrado oficialmente. A França não reconhece casamentos entre pessoas do mesmo sexo. Para os homossexuais, resta como única opção um contrato de união civil.

Guillaume, um dos noivos, disse esperar que a cerimônia deste sábado contribua para a “evolução” do pensamento de alguns políticos. Mas a reação conservadora não tardou. Claude Greff, secretário de Estado para a Família criticou a união e a considerou uma mera “provocação eleitoreira” que visa a eleição presidencial de 2012.

De fato, o assunto deve ser um dos principais temas da campanha presidencial. O candidato socialista, François Hollande, já declarou-se favorável ao casamento gay que é legal em 7 países europeus, incluindo a Bélgica e a Espanha.
 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.