Acesso ao principal conteúdo
França/Aviação

Para economizar, Air France congela salários e suprime voos

Boeing 777 da Air France durante decolagem. A empresa deve congelar encomendas de novas aeronaves.
Boeing 777 da Air France durante decolagem. A empresa deve congelar encomendas de novas aeronaves. ©Air France

O conselho de administração da companhia aérea Air France está reunido na sede da empresa em Paris e à tarde deve anunciar um plano de economia aos seus funcionários. Corte de pessoal, pelo menos por enquanto, parece estar descartado.

Publicidade

A palavra de ordem no momento na Air France KLM é urgência. O plano apresentado hoje pelo conselho de administração da empresa deve englobar o congelamento de salários e de contratações de todas as categorias profissionais. Para dar o exemplo, a diretoria, a começar pelo presidente da empresa, Alexandre de Juniac, vai reduzir os salários.

As linhas menos lucrativas da Air France devem ser eliminadas e encomendas de novas aeronaves, adiadas. Todo o esforço será feito para tentar melhorar a saúde financeira da companhia aérea que registrou um prejuízo de 183 milhões de euros entre abril e setembro. No acumulado do ano fiscal passado, as perdas podem chegar a 300 milhões de euros.

Apesar do rombo nas contas, a Air France promete não reduzir as despesas com a manutenção e a segurança. O presidente também pretende poupar, pelo menos por enquanto, os empregos dos funcionários. O ministro dos Transportes da França, Thierry Mariani, declarou ontem que encontrou o presidente da Air France. “Ele me explicou a situação financeira da companhia e os projetos para restaurar a competitividade”. O ministro disse que ficou “safisfeito” porque nenhuma desses medidas tocava nos empregos.

Já se especula, porém, que o novo plano de ajustes estruturais a ser anunciado em maio, após as eleições presidenciais na França, deve incluir cortes de funcionários, sobretudo nos voos de curta e média distâncias.

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.