Acesso ao principal conteúdo
EUA

Obama diz pela primeira vez que é a favor de casamento gay

Reuters

Finalmente, o presidente Barack Obama se posicionou sobre o casamento gay, durante uma entrevista à televisão ABC, na Casa Branca. A menos de 6 meses das eleições presidenciais, ele vinha sendo pressionado para dar uma opinião clara sobre o explosivo tema de sociedade.

Publicidade

Obama se alinhou ao seu vice, Joe Biden, que no domingo afirmou ser a favor do casamento de pessoas do mesmo sexo, causando um" terremoto" no mundo político americano. Dois ministros democratas, o secretário da Educação, Arne Duncan, e o secretário da Habitação e Desenvolvimento Urbano, Shaun Donovan, também apoiam esse tipo de união.

Os americanos se dividem sobre a questão; a última pesquisa do Instituto Gallup aponta que 50% são a favor e 48%, contra.

Os casamentos entre pessoas do mesmo sexo são legais em 6 dos 50 Estados do país. Em compensação, 31 Estados adotaram emendas constitucionais limitando o casamento à união entre um homem e uma mulher.

Em 2010, Obama anulou a lei que obrigava desde 1993 os militares homossexuais a esconderem sua orientação sexual, sob pena de expulsão.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.