Acesso ao principal conteúdo
Imprensa

Jornais apontam conivência da UCI no esquema de doping de Lance Armstrong

O americano Lance Armstrong, perdeu nesta segunda-feira, por decisão da União Ciclística Internacional (UCI), as sete vitórias na Volta da França.
O americano Lance Armstrong, perdeu nesta segunda-feira, por decisão da União Ciclística Internacional (UCI), as sete vitórias na Volta da França. REUTERS/Stefano Rellandini/Files

A destituição dos sete títulos da Volta da França do americano Lance Armstrong, decretada ontem pela União Ciclística Internacional (UCI), prococa intenso debate entre os comentaristas esportivos nos jornais franceses. A imprensa estima que Armstrong não é único culpado nessa história vergonhosa de doping e declara que ele só pôde enganar o mundo e por tantos anos com a conivência da UCI.

Publicidade

Sede da prova ciclística mais famosa do mundo, é natural que o caso gere um debate passional. E o que se lê na imprensa é que ninguém é bobo a ponto de acreditar que Armstrong passava pelos testes antidoping durante as competições e o resultado dava sempre negativo, sem a cumplicidade de dirigentes do ciclismo.

Ele não tem mais nenhum título na mala, exclama o jornal Libération em primeira página, enfatizando que a retirada dos sete troféus franceses era o mínimo que se esperava, uma vez que todo mundo sabia que o americano se dopava desde sua volta à competição, após o tratamento de câncer em 1998. De todos os seus títulos, Armstrong vai guardar apenas o de campeão do mundo em estrada, conquistado em 1993.

O jornal Aujourd'hui en France lembra que o ciclista americano, dono de uma fortuna pessoal estimada em 96 milhões de euros, terá de reembolsar pelo menos 10 milhões de euros ganhos de forma fraudulenta com o doping. O jornal publica com destaque declarações contraditórias dos dirigentes da UCI no último ano e fica claro que eles tentaram acobertar Armstrong, provavelmente por receio das consequências para a própria entidade.

L'Equipe, o respeitado jornal esportivo, diz que a UCI não poderá escapar por muito tempo de suas responsabilidades. Depois de Armstrong ter sido desmascarado pelo relatório da Agência Antidoping Americana, agora é a vez dos dirigentes da UCI prestarem contas ao público.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.