Acesso ao principal conteúdo
França/Sociedade

França é o segundo país da Europa em fertilidade

Divulgação

Atrás da Irlanda, país que registra a taxa de fertilidade mais alta da Europa, a França se situa em segundo lugar. Com 2,01 crianças por cada mulher, a fertilidade dos franceses está entre as mais altas da Europa. O índice vem se mantendo desde 2008 mas, em compensação, as mulheres estão tendo filhos mais tarde, com a idade média de 30,1 anos. 

Publicidade

O Instituto Nacional de Estatísticas e Estudos Econômicos aponta em seu estudo mais recente que, mesmo a França estando na segunda posição do continente,  o número de nascimentos no país diminuiu ligeiramente, devido a dois fatores: a baixa do número de mulheres em idade de procriar, devido ao envelhecimento da população, e a estabilidade da fertilidade.

A idade para se ter o primeiro bebê passou de 29,4 anos, no começo do século XX  a 26,5 anos em 1977; desde então, este número não pára de aumentar. As explicações podem ser encontradas no espaço cada vez maior que as mulheres ocupam no mundo do trabalho: nos anos 70, as recém-diplomadas em estudos superiores foram as primeiras a retardar a chegada do primeiro bebê, exemplo que foi seguido nos anos 80, mesmo pelas mulheres sem diploma de nível superior.

Na França, é na periferia parisiense que a idade média da maternidade é mais alta, especialmente porque a fertilidade das mulheres de mais de 35 anos representa 26% da fertilidade, contra  20% de outras regiões do país.

Os departamentos ultramarinos franceses - Guiana, Ilha da Reunião e Guadalupe -  registram o maior número de filhos por mulher, entre duas e três crianças.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.