Acesso ao principal conteúdo
Papa/Vativano

Papa Francisco celebra seu primeiro Ângelus e posta no twitter

O papa Francisco saúda os fiéis durante a oração do Ângelus neste domingo 17 de março.
O papa Francisco saúda os fiéis durante a oração do Ângelus neste domingo 17 de março. REUTERS/Osservatore Romano

Com ênfase no perdão e na misericórdia de Deus e reiterando a ênfase nos pobres, o papa Francisco celebrou neste domingo o seu primeiro Ângelus no Vaticano diante de uma multidão. Com vestes brancas, o novo papa fez um discurso muito aplaudido pelas cerca de150 mil pessoas presentes, fez alguns gracejos e quebrou o protocolo ao se encontrar com alguns religiosos e ao passar no meio dos fiéis antes da missa nesta manhã.  

Publicidade

“Deus jamais se cansa de nos perdoar. Nós é que nos cansamos de pedir perdão". A importância do perdão divino foi a principal mensagem da oração do Ângelus que o papa Francisco proferiu pela primeira vez neste domingo. “Deus é como um pai misericordioso, que sempre tem paciência conosco, nos compreende, atende, não se cansa de nos perdoar. Grande é a misericórdia do Senhor", disse.

Durante o seu pronunciamento, muitas pessoas agitavam bandeiras argentinas. O papa, que é argentino, lembrou das origens italianas da sua família, mas enfatizou que todos pertencem à família “maior” que é a igreja. A importância da imprensa também foi destacada pelo papa que afirmou que, graças às novas tecnologias, o alcance das suas palavras ganha uma “dimensão mundial”.

O seu discurso também incluiu alguns gracejos. Ao falar da misericórdia, o papa citou um dos seus cardiais e o chamou de “bom teólogo”. “Mas não pensem que estou fazendo publicidade do livro do cardeal”, brincou o papa. Mais uma vez quebrando o protocolo, diferentemente dos papas anteriores, Francisco não terminou o Ângelus com a benção em diversas línguas.

Twitter

Esse domingo também marcou a estreia do papa Francisco no twitter. A conta no microblog ficou inativa desde a renúncia do papa emérito Bento 16 em fevereiro. Na quarta-feira passada, após o anúncio no novo papa, a conta @pontifex exibiu um sóbrio texto: “Habemus papam Franciscus” (temos papa Francisco, em português). Hoje, porém, o novo pontífice postou um texto mais caloroso: “Queridos amigos, eu agradeço a vocês de todo coração e peço que orem por mim”, escreveu em italiano.

Desde o seu lançamento em dezembro do ano passado, a conta papal no twitter já tem mais de 2,5 milhões de seguidores e textos traduzidos em italiano, espanhol, alemão, francês, português, polonês, árabe e latim. Em breve, o chinês também ganhará uma versão.

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.