Acesso ao principal conteúdo
Futebol francês

Jornais franceses comentam suspensão de Leonardo do PSG

O técnico italiano do PSG, Carlo Ancelotti (à esq.), o presidente do clube, Nasser al-Khelaifi (centro) e o diretor esportivo Leonardo (à dir.), conversam em foto do início de março.
O técnico italiano do PSG, Carlo Ancelotti (à esq.), o presidente do clube, Nasser al-Khelaifi (centro) e o diretor esportivo Leonardo (à dir.), conversam em foto do início de março. REUTERS/Philippe Wojazer

A imprensa francesa desta quarta-feira dá bastante destaque à polêmica envolvendo o brasileiro Leonardo, diretor esportivo do time Paris Saint-Germain. Ele está provisoriamente suspenso a partir desta quarta-feira, acusado de ter empurrado um árbitro no último domingo.

Publicidade

A "ombrada" de Leonardo já está sendo comparada à célebre cabeçada de Zidane na final da Copa do Mundo de 2006. O jornal Libération chama o caso de "circo" e "agradece" ironicamente Leonardo por mais essa ocasião para dar boas risadas.

O brasileiro ficou furioso com o cartão vermelho dado pelo árbitro Alexandre Castro ao defensor do PSG Thiago Silva. Leonardo, que pode pegar até um ano de suspensão, nega ter empurrado o juiz com o ombro, mas Castro fez uma queixa oficial.

Libération lembra que o brasileiro já foi suspenso durante dois jogos por ter criticado os árbitros depois de uma partida contra o Montpellier em novembro e se pergunta o motivo de tanta irritação entre os dirigentes do PSG, já que o clube está em primeiro lugar no campeonato francês e dificilmente perderá o título deste ano.

O diário progressista aponta ainda que a equipe parece ter perdido a motivação após ter sido eliminada pelo Barcelona nas quartas de final da Liga dos Campeões.

Já o conservador Le Figaro lembra que o PSG estará muito desfalcado por suspensões em seu próximo jogo neste domingo, contra o Olympique de Lyon. Além de Leonardo, os jogadores Salvatore Sirigu, Marco Verratti e Thiago Silva também terão que ficar de fora.

Em compensação, os craques David Beckham e Thiago Motta poderão voltar ao campo depois de terem cumprido suas penas de suspensão. O jogo é importante porque pode decidir o campeonato. E Leonardo ficaria de fora da festa...

Em sua manchete, o diário popular Aujourd'hui en France, que dedica uma página inteira ao caso, diz que Leonardo "quer provar sua inocência".

O diário popular entrevistou o brasileiro na terça-feira à noite. Leonardo insiste em dizer que não deu uma "ombrada" no árbitro de propósito, mas foi empurrado por outra pessoa. Ele conta com as imagens do circuito interno de câmeras do estádio do PSG, o Parque dos Príncipes, em Paris, para mostrar o incidente sob um outro ângulo e confirmar sua estratégia de defesa.

Aujourd'hui en France comenta que somente com as imagens mostradas pela televisão francesa fica difícil acreditar na inocência do diretor esportivo do PSG, mas que com esses novos elementos talvez ele consiga evitar a suspensão de um ano.

O diário popular também indica que o presidente do clube, Nasser al-Khelaifi, originário do Catar, anda irritado com os danos à imagem do PSG provocados pelos problemas disciplinares de seus jogadores.

Outra preocupação dele, segundo Aujourd'hui en France, é convencer o técnico Carlo Ancelloti a renovar seu contrato, que vai até 30 de junho. O italiano está sendo cortejado pelo Real Madrid e seria difícil, diz o jornal, arrumar um substituto à sua altura.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.