Acesso ao principal conteúdo
Brasil/França

Concorrência do frango brasileiro será lembrada por Hollande no Brasil, diz Le Monde

A manchete de capa do jornal francês Le Monde deste 11 de dezembro de 2013, fala da produção avícola brasileira.
A manchete de capa do jornal francês Le Monde deste 11 de dezembro de 2013, fala da produção avícola brasileira. Le Monde/Paulo Whitaker

A manchete de capa do jornal francês Le Monde destaca que durante a visita do presidente François Hollande ao Brasil, deverá ser abordada a questão da supremacia do frango brasileiro no mercado mundial. O produto concorre diretamente com as redes avícolas da Bretanha, mergulhadas em uma crise profunda que tem provocado diversas manifestações na França.

Publicidade

Nos dias 12 e 13 de dezembro, datas em que a comitiva francesa estará em São Paulo e Brasília, o jornal Le Monde especula que certamente será debatida a concorrência espetacular do frango brasileiro sobre a produção avícola da Bretanha, que passa por grandes dificuldades atualmente.

O jornal cita que o ministro francês Guillaume Garot, delegado para a rede agroalimentar, deverá discutir seriamente o problema com os ministros brasileiros do setor.

A França tem motivos para se inquietar. Em julho deste ano a Comissão Europeia suspendeu os subsídios para a exportação, que permitiam que os frangos europeus mais baratos concorressem com as aves brasileiras.  Para agravar ainda mais a situação, o real despencou, tornando o produto brasileiro muito mais competitivo.

Supremacia brasileira

Hoje, o frango nacional ocupa  o terceiro lugar no mundo na produção de aves e é o primeiro país exportador. Desde 2004 a produção cresceu 125%, representando hoje R$48,3 bilhões.

O frango brasileiro é exportado para 142 países e estima-se que o produto de baixo custo pode ser comercializado a 35 centavos de euro mais barato por quilo que o concorrente bretão.

Ironia do destino

Le Monde também lembra que, por ironia do destino, foi justamente o grupo francês Doux, que acaba de sair da concordata, que se implantou no Brasil no fim dos anos 1990, quando a inflação estava estabilizada. Foi nesta época que a produção do frango brasileiro decolou, com a diminuição dos custos e a modernização da produção.

 

 

 

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.