Acesso ao principal conteúdo
Juros/Zona do euro

BCE mantém juros a 0,25% e política de estímulo na zona do euro

O presidente do BCE, Mario Draghi.
O presidente do BCE, Mario Draghi. REUTERS/Francois Lenoir

O Banco Central Europeu (BCE) manteve nesta quinta-feira a taxa básica de juros em 0,25%, nível historicamente baixo, durante a reunião mensal do comitê de política monetária. A instituição com sede em Frankfurt considera que os riscos de deflação são menores e que uma intervenção não é necessária.  

Publicidade

A decisão era esperada pelos analistas, apesar da queda da inflação em março, a 0,5%, resultado longe da meta do BCE de 2%.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) tinha recomendado ontem que o BCE reduzisse ainda mais a taxa de juros para aquecer a economia europeia. A instituição agradeceu a sugestão, mas optou pela manutenção da taxa atual.

O presidente da instituição, Mario Draghi, declarou que o BCE está determinado a manter uma política monetária de estímulo monetário e a atuar rapidamente, se a situação na zona do euro se deteriorar. "Não excluímos uma nova flexibilização da política monetária", ou seja, uma redução dos juros, disse Draghi.

Além disso, o conselho de diretores do BCE se mostrou disposto, segundo Draghi, a usar instrumentos não convencionais à sua disposição para manter a estabilidade dos preços.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.