Acesso ao principal conteúdo
Chuvas/Paquistão e Índia

Chuvas de monções matam mais de 200 no Paquistão e Índia

Homem empurra veículo em rua inundada de Lahore, no Paquistão.
Homem empurra veículo em rua inundada de Lahore, no Paquistão. REUTERS/Mohsin Raza

As chuvas torrenciais de monções no Paquistão e norte da Índia nos últimos dias vêm provocando inundações, deslizamento de terras e desmoronamento de casas. Mais de 200 pessoas já morreram no dois países. Equipes militares e de socorro foram deslocadas para as áreas afetadas. Barcos e helicópteros são utilizados para chegar às zonas mais afetadas.

Publicidade

O governo do Paquistão decretou alerta vermelho em quatro distritos. As regiões mais afetadas são a província de Punjab, a mais povoada do país, e na Caxemira paquistanesa. O primeiro-ministro paquistanês Nawaz Sharif realizou neste sábado uma reunião de crise para examinar a situação e ordenou que as autoridades acelerem os esforços de socorro e salvamento.

Na vizinha Índia, as chuvas torrenciais e as inundações causaram mais de 100 mortos e deixaram milhares de pessoas isoladas.

Mais chuvas

As autoridades paquistanesas estão organizando acampamentos improvisados e pontos de atendimento para as pessoas afetadas pelas chuvas e inundações. Teme-se que o número de mortos possa aumentar - de acordo com as previsões, as chuvas e inundações vão continuar nos próximos dias.

Em 2010, as piores inundações da história do Paquistão deixaram cerca de 1.800 mortos e afetaram 21 milhões de pessoas. Em agosto de 2013, foram mais de cem mortos e 400 mil pessoas atingidas no país asiático; em 2012 , foram 450 mortos e quase 5 milhões de habitantes afetados.
 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.