Acesso ao principal conteúdo
Economias

G20 analisa na Turquia Economia Mundial

Áudio 11:55
Logo da cimeira G20 dos ministros dos negócios estrangeiros, finanças e bancos centrais de 04/09/15, na Turquia
Logo da cimeira G20 dos ministros dos negócios estrangeiros, finanças e bancos centrais de 04/09/15, na Turquia G20

Neste espaço de Economias, na RFI, as reuniões dos ministros dos negócios estrangeiros, das finanças e governadores dos bancos centrais, do G20, a decorrer, na Turquia.Como se sabe a Turquia, estas reuniões enquadram-se já na perspectiva da cimeira de novembro dos chefes de estado e de governo do Grupo dos 20, altura em que passará, a presidência de organização, à China.China, é aliás, o tema principal destas reuniões do G20, depois, dos recentes problemas económicos e bolsistas da China e na Ásia, duma maneira geral, com consequências, nas economias mundiais, nomeadamente, a Europa.Esta e outras questões económico-sociais, são aqui analisadas, por João Pedro Gonçalves, Professor de economia e finanças, nas Universidades Católica Portuguesa e do Minho, em Portugal."É verdade, que neste momento, da história, estamos a viver, um momento de tensão, e que é preciso usar a inteligência, que temos, para ultrapassar as dificuldades, que este momento histórico, nos colocam.""Não sou pessimista, ao ponto, de acharmos, que estamos num momento de regressão, estamos num momento crítico, mas, concerteza, é dar tempo ao tempo, também, e dar espaço de manobra aos decisores, para que esses problemas [sociais e do desemprego] sejam resolvidos.""Agora, é preciso, também, vontade política, quer das populações, quer dos seus líderes, quer das nações, em articulação conjunta, para ultrapassarem, os problemas, que actualmente, enfrentam. Mas, estou optimista, até porque, mais tarde ou mais cedo, a realidade, impõe-se, e o problema tem de ser resolvido."Palavras, de João Pedro Gonçalves, Professor de economia e finanças, nas Universidades Católica Portuguesa e do Minho, em Portugal.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.