Acesso ao principal conteúdo
#coronavírus

Covid-19: Quase 27 mil mortos no mundo

Médico num centro dedicado a pacientes com Covid-19. Tinteniac, França. 27 de Março de 2020.
Médico num centro dedicado a pacientes com Covid-19. Tinteniac, França. 27 de Março de 2020. AFP - DAMIEN MEYER

Quase 27 mil pessoas morreram em todo o mundo infectadas por Covid-19, de acordo com um balanço feito pela Agência France Presse, e há mais de meio milhão de infectados. Em França, o primeiro-ministro francês alertou que "a crise vai durar" e no Reino Unido o primeiro-ministro britânico foi testado positivo.

Publicidade

O novo tipo de coronavírus matou 26.826 pessoas em todo o mundo desde que surgiu em Dezembro, segundo o novo balanço da AFP, a partir de dados oficiais, divulgados esta sexta-feira de manhã. Foram registados 585.00 casos de infecção em mais 183 de países e territórios desde o início da pandemia.

Em França, esta sexta-feira, o número de vítimas mortais em meio hospitalar era de 1.995, ou seja, mais 299 em 24 horas. No total, estão registados 29.155 casos, dos quais 15.732 estão internados, incluindo 3.787 em estado grave. Os dados foram revelados na conferência de imprensa diária do Director Geral de Saúde, Jérôme Salomon.

Esta sexta-feira, o primeiro-ministro francês, Edouard Philippe, disse que "a crise vai durar, há que aguentar", falou numa "onda que rebenta" em França e alertou que "a situação sanitária não vai melhorar rapidamente".

Também esta sexta-feira, na rede social Twitter, o Presidente francês anunciou que está a preparar com o homólogo dos Estados Unidos e outros países uma "nova iniciativa importante" face à pandemia. Emmanuel Macron não adiantou pormenores, um dia depois de um G20 extraordinário e de uma cimeira europeia.

No Reino Unido, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, foi testado positivo, num país com mais de 14 mil infectados.

Esta quinta-feira, os Estados Unidos ultrapassaram a Itália e a China tornando-se no país com mais casos registados de pessoas infectadas pelo novo coronavírus no mundo, segundo dados da universidade Johns Hopkins. No total, esta sexta-feira havia 96.968 casos, 1.477 vítimas mortais e 2.453 pacientes com alta.

Em Itália, esta sexta-feira à tarde foi revelado que nas últimas 24 horas morreram 917 pessoas, naquele que é o maior aumento no número de mortes registadas até agora. O número total de mortes elevou-se para 9.134 e o número total de casos positivos, desde o início da crise, é de 86.498.

Em Espanha, o número diário de mortos com o novo coronavírus voltou hoje a subir para 569, num total de 6,273 desde o início da pandemia, de acordo com a actualização diária feita pelas autoridades de saúde do país. O país tem um total de 64.059 casos de covid-19, dos quais 9.357 tiveram alta e há 4.165 pessoas em unidades de cuidados intensivos.

A Alemanha contabilizou 6,240 novos casos nas últimas 24 horas, registando, no total 50,178 casos e 321 vítimas mortais, segundo dados oficiais do Instituto Robert Koch.

O Irão anunciou hoje 144 novas mortes ligadas ao novo coronavírus, elevando o número de mortos para 2.378 no país, um dos mais afectados pela pandemia de covid-19, com um número total de pessoas infectadas de 32.332.

Em Portugal, a Direcção-geral da Saúde anunciou a existência de 76 mortes e 4.268 casos de Covid-19 no país.

O Presidente do Brasil voltou a subestimar, na quinta-feira, a pandemia de covid-19 ao afirmar que o contágio no país não se assemelhará ao dos Estados Unidos porque "nada acontece com os brasileiros". De acordo com os dados da universidade Johns Hopkins, o Brasil tem quase 3.027 infectados e 77 pessoas morreram vítimas de Covid-19.

Ainda segundo o banco de dados da universidade Johns Hopkins, Angola regista quatro casos de infecção, Cabo Verde tem cinco casos, incluindo uma vítima mortal, a Guiné-Bissau regista dois casos de infecção, Moçambique sete casos e não há casos registados em São Tomé.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.