Acesso ao principal conteúdo
França

Novas vítimas do coronavírus em França entre elas um ex-ministro

Morreu o político, deputado e ex-ministro francês, Patrick Devedjian, na foto durante debate na Assemblée nacional em  2009, quando era ministro do Relançamento económico
Morreu o político, deputado e ex-ministro francês, Patrick Devedjian, na foto durante debate na Assemblée nacional em 2009, quando era ministro do Relançamento económico Bertrand GUAY / AFP

Novas vítimas do coronavírus em França nas útimas 24 horas, nomeadamente, um antigo político de primeiro plano, Patrick Devedjian, deputado da direita conservadora, ministro 3 vezes. Advogado de formação, foi ainda Presidente do rico departamento des Hauts-de-Seine e Presidente da câmara municipal de Antony, durante 20 anos. 

Publicidade

A epidemia do coronavírus continua a dizimar vidas humanas um pouco por todo o mundo nomeadamente aqui em França onde nas últimas 24 horas morreram 319 pessoas.

Entre as vítimas o antigo ministro, Patrick Devedjian, de 75 anos, fulminado pelo coronavírus. Devedjian, foi ministro 3 vezes, das Liberdades, da Indústria e do Relançamento económico, em governos da direita, sob a presidência de Jacques Chirac de quem foi advogado. 

Deputado da direita conservadora, Devedjian, era igualmente, Presidente do conselho do departamento des Hauts-de-Seine e presidente da câmara municipal da rica cidade de Antony, arredores de Paris, durante quase 20 anos.

Políticos e autoridades do Estado reagiram à morte de Devedjian

O Presidente da República, primeiro ministro, ex-Presidentes, ministros e políticos da direita e de todas as esferas políticas, lamentam a morte de Devedjian e de todas as vítimas desta pandemia do coronavírus.

Ontem, o primeiro ministro, Édouard Philippe, tinha reforçado as medidas de combate ao coronavírus, apelando as pessoas ao confinamento às suas casas, circulação mínima autorizada por médicos e pelas empresas essenciais ao funcionamento do país.

Haverá uma multa de 135 euros para uma pessoa a circular sem autorização, uma multa que pode aumentar gradativamente e evoluir mesmo para uma pena de rpisão de 6 meses para pessoas reincidentes.

A França, conta até este momento e sempre em evolução 2 314 mortes, com  37 575 casos confirmados do coronavírus e  17 620 pacientes hospitalizados, entre eles 4 273 em reanimação e cuidados intensivos.

Enfim, ainda em termos de cifras,  6 624 doentes que estavam hospitalizados puderam regressar às suas casas, 926 dos quais nas últimas 24 horas.

Pandemia: Antigo ministro francês Patrick Devedjian vítima do coronavírus

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.