Acesso ao principal conteúdo
Mundo

Aceleração da pandemia do coronavírus na América Latina

Habitantes duma favela do Rio de Janeiro usando máscaras contra a epidemia do coronavírus que avança no Brasil e na região
Habitantes duma favela do Rio de Janeiro usando máscaras contra a epidemia do coronavírus que avança no Brasil e na região REUTERS/Pilar Olivares

A pandemia do coronavírus, que já contaminou mais de 5 milhões de pessoas no mundo, avança agora de modo alarmante na América Latina. O Brasil é o país mais afectado na região tendo ultrapassado hoje os 20 000 mortos, mas a situação é grave também no Peru, Chile ou na Argentina. 

Publicidade

Enquanto a Europa onde o covid 19 já matou 170.000 pessoas caminha para uma via lenta de normalizacão, na América latina regista-se uma forte  progressão  da pandemia, com terriveis consequencias previsiveis em termos de economia e de empregos. 

O Brasil ultrapassou  hoje os 20.000 mortos, após as 1.188 mortes das últimas 24 heures, segundo o ministério da Saúde, que confirma a  aceleracao da pandemia.

Com  57% de mortes no continente, cerca de 35.000, o  Brésil é o país mais atingido na América latina. Após a insistênsia de Bolsonaro de regresso ao trabalho e retoma da actividade económica criada no comeco da crise saniátaria com os governadores estaduais, parece haver agora mais consenso.

Presidentes de Colombia, Peru, Chile e Uruguai, analisam medidas 

Do seu lado, perante o avanco rápido da pandemia, os presidentes de Colombia, Peru, Chile e Uruguai, reuniram-se por videoconferencia,  para analisarem medidas a serem tomadas. 

Segundo um relatório  da Commissao económica para a América latina e Caraíbas (Cepal) e da Organizaçao international do trabalho, a pandemia vai provocar 11,5 milhoes de desempregados suplementares e uma coontracçao económica de 5,3%, na regiao.

No Peru, a maioria dos hospitais está à beira do colpaso, regista-se 110.000 contaminacoes e  3.100 mortes,  numa populaçao de 32 milhoes habitantes.

No Chile há mais de 57.000 casos, com 589 mortes, na Argentina 416 mortes e a maioria das contaminaçoes tem o epicêntro na capital Buenos Aires.

América Latina é o novo epicentro da epidemia de Covid-19

  

   

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.