Acesso ao principal conteúdo
França

François Fillon ex-primeiro ministro de França condenado a 2 anos de prisão por corrupção

François Fillon ex-primeiro ministro de França condenado a 2 anos de prisão por corrupção. Sua esposa apanhou pena suspensa
François Fillon ex-primeiro ministro de França condenado a 2 anos de prisão por corrupção. Sua esposa apanhou pena suspensa REUTERS/Gonzalo Fuentes

Um Tribunal de Paris julgou fictícios os empregos tanto da esposa Penélope como assistente parlamentar do marido François Fillon, ex-Primeiro ministor, como  a maioria dos empregos de assistentes de filhos do pai enquanto senador. Assim, Fillon foi condenado a 5 anos de prisão, dois dos quais prisão efectiva. Fillon recoorre da sentença, enquanto a sua esposa foi condenada a 3 anos de prisao com pena suspensa.  

Publicidade

Desfecho provisório do escândalo de corrupção que perturbou gravemente a campanha presidencial de 2017, atingindo o ex-primeiro ministro François Fillon, agora condenado a dois de prisão e a uma multa no caso de empregos fictícios beneficiando esposa e filhos. 

Um Tribunal de Paris julgou terem sido fictícios os empregos tanto da esposa Penélope como assistente parlamentar do marido Fillon, como a maioria dos empregos de assistentes de filhos do pai, enquanto senador. 

Assim o Tribunal reconheceu François Fillon culpado de desvio de fundos públicos e cúmplice de crimes de abuso de bens sociais pelo que foi condenado a 5 anos de prisão, 3 com pena suspensa e dois com prisão efectiva.

Advogados de Fillon anunciaram que recorrem da sentença

Os advogados de Fillon anunciaram imediatamente que recorrem para uma instância superior contra esta sentença.

Os juízes consideram que François Fillon falhou nos seus deveres de "probidade e exemplaridade" nas suas funções de primeiro ministro e de parlamentar. 

François Fillon, que está retirado da política fica em liberdade até a decisão da justiça sobre o recurso que vai ser interposto.

Quanto à esposa, Penélope, foi condenada a 3 anos de prisão com pena suspensa e uma multa de 375.000 euros e dois anos de inelegibilidade, sabendo que ela acaba de ser reeleita deputada municipal do seu município Solesmes.

Foi condenado igulamente a uma multa o seu suplente Marc Joulard. 

Ao todo, o casal Fillon e filhos desviaram fundos públicos da Assembleia nacional e o Senado de cerca de 1.156.000 euros.

François Fillon condenado

 

 

 

   

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.