Acesso ao principal conteúdo
GUINÉ-BISSAU

Guiné-Bissau sustém a respiração

Conferência de imprensa das missões de observação eleitoral da União Africana e da CPLP em Bissau a 26 de Novembro de 2019.
Conferência de imprensa das missões de observação eleitoral da União Africana e da CPLP em Bissau a 26 de Novembro de 2019. RFI/Neidy Ribeiro

Na Guiné-Bissau a Comissão Nacional de Eleições deverá publicar esta quarta-feira os resultados provisórios das eleições presidenciais. Esta tarde a Cplp e a União Africana apresentaram a declaração preliminar do processo eleitoral no país.  

Publicidade

O chefe da missão observação eleitoral da União Africana disse que a eleição decorreu de forma transparente e num ambiente sereno.

Rafael Branco enumerou alguns incidentes, mas que não colocam em causa a transparência do processo.

Uma declaração suportado pela missão de observação eleitoral da CPLP (Comunidade dos países de língua portuguesa).

Oldemiro Balói felicitou os guineense pela participação e plo civismo manifestado durante o processo de votação.

O chefe de missão da CPLP exortou ainda todas as forças políticas e as autoridades judiciais e de segurança da Guiné Bissau a contribuírem para o ambiente de tranquilidade durante o processo de apuramento e divulgação de votos.

Enquanto se aguarda a publicação dos resultados preliminares da Comissão Nacional de Eleições, que deverá acontecer amanhã, já há algumas movimentações para futuras alianças, o presidente Paigc enviou uma carta ao Apu PDGB onde pede o apoio do partido na eventualidade de uma segunda volta.

Que a vir a acontecer terá lugar no dia 29 de Dezembro.
 

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.