Acesso ao principal conteúdo
Guiné-Bissau

Guiné-Bissau: arrecada ouro e prata em Luta Livre

Logótipo da Federação de Luta da Guiné-Bissau
Logótipo da Federação de Luta da Guiné-Bissau Federação de Luta da Guiné-Bissau

 Três dos cinco atletas guineenses selecionados arrecadaram a medalha de ouro e duas de prata no Campeonato Africano de Luta Livre, que terminou este domingo 9 de Fevereiro em Argel, capital da Argélia.

Publicidade

Cinco atletas guineenses foram seleccionados para o Campeonato Africano de Luta Livre que decorreu em Argel, capital da Argélia, entre 4 e 9 de Fevereiro.

O lutador guineense Mbunde Cumbá Mbali sagrou-se campeão africano e arrecadou a medalha de ouro nos 65 kgs e os atletas Diamantino Iuna Fafé nos 57 kgs e Débora Valéria Turé nos 50 kgs, ganharam duas medalhas de prata.

Os outros dois atletas presentes em Argel eram o tricampeão de Luta Livre Augusto Mídana nos 74 kgs e Bedopassa Buassat Djonde nos 97 kgs, que regressam esta quarta-feira (12/02) a Bissau, seguindo os outros para Marrocos onde estão em residência no quadro da Bolsa de Estudos Solidariedade Olímpica.

Já no precedente campeonato na Tunísia os atletas guineenses obtiveram cinco medalhas: três de ouro e duas de bronze, pelo que este resultado não surpreende o presidente da Federação de Luta da Guiné-Bissau João Bernardino Soares da Gama, que esperava mais dos seus atletas.

O torneio de apuramento de África e Oceânia para os Jogos Olímpicos de Tóquio, no Japão, a decorrer entre Julho e Agosto de 2020 em El Jadida, Marrocos entre 13 e 15 de Março próximo e Soares da Gama espera melhores resultados.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.