Acesso ao principal conteúdo
Coronavírus

Guineenses não respeitam medidas de prevenção segundo autoridades sanitárias

Bissau, capital guineense.
Bissau, capital guineense. © Charlotte Idrac / RFI

Apesar do estado de emergência na Guiné-Bissau e da aplicação de medidas de distanciamento social, as autoridades sanitárias deram conta hoje do incumprimento das regras para evitar o contágio neste país onde se mantém o balanço de 9 casos confirmados e nenhum óbito.

Publicidade

Os guineenses não estão a respeitar as medidas de prevenção segundo as autoridades sanitárias. A porta-voz da autoridade sanitária da Guiné-Bissau, Aissatu Djaló, lamentou esta situação, sobretudo no que diz respeito às medidas de distanciamento: «Infelizmente, no país, as pessoas não estão a cumprir».

Aissatu Djaló, porta-voz do Centro de Operações de Emergência em Saúde em declarações recolhidas pela agência Lusa

Apesar das recomendações das autoridades guineenses, bem como a entrada em vigor do estado de emergência, a população junta-se nos mercados para poder comprar produtos, mas sem o distanciamento necessário.

Aliás a Guarda Nacional guineense tem tentado limitar a circulação dos veículos, mas isso não impede as pessoas que andam a pé de se dirigirem aos mercados.

Recorde-se que a Guiné-Bissau conta com nove pessoas infectadas - dois cidadãos estrangeiros e sete guineenses -, no entanto Aissatu Djaló admitiu que 17 amostras estão em análise no Laboratório Nacional da Saúde Pública, na capital guineense.

De referir ainda que há pessoas que tentam seguir as recomendações das autoridades guineenses e têm colocado recipientes com água e sabão, ou ainda álcool gel para as pessoas lavarem as mãos, isto à frente das residências ou dos locais de trabalho.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.