Acesso ao principal conteúdo
Guiné-Bissau

Guiné-Bissau lembra massacre de Pindjiguiti

O massacre em 1959 de cerca de 50 estivadores do Porto de Pindjiguiti
O massacre em 1959 de cerca de 50 estivadores do Porto de Pindjiguiti Imagens de Arquivo

A Guiné-Bissau assinalou hoje o aniversário do massacre em 1959 de cerca de 50 estivadores do Porto de Pindjiguiti que reivindicavam melhores condições salariais.

Publicidade

Um protesto que fora reprimido pelas tropas coloniais portuguesas da altura. A efeméride contava com a presença de Pedro Pires, ex-presidente cabo-verdiano e antigo comandante do PAIGC durante a luta de libertação nacional nas matas da Guiné.

Mussá Baldé, correspondente em Bissau, conta-nos mais.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.