Acesso ao principal conteúdo
Convidado

"Caminhada solitária, perigosa para o Presidente e para a Guiné"

Áudio 08:36
Domingos Simões Pereira e José Mário Vaz a 20 de Maio de 2014, aquando do anúncio do resultado das presidenciais
Domingos Simões Pereira e José Mário Vaz a 20 de Maio de 2014, aquando do anúncio do resultado das presidenciais Liliana Henriques / RFI

A Guiné Bissau continua num impasse político após a destituição do governo na passada quarta-feira. Pairam dúvidas sobre a postura presidencial na formação de um novo executivo atendendo a que o PAIGC propôs novamente o nome de Domingos Simões Pereira para primeiro-ministro.Idrissa Djaló, líder do Partido da Unidade Nacional, critica a postura do chefe-de-Estado considerando que José Mário Vaz enveredou por uma caminhada solitária que coloca em risco a estabilidade sem precedentes até então conseguida na Guiné-Bissau.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.