Acesso ao principal conteúdo
GUINÉ-BISSAU

Guiné-Bissau: Denunciada suposta censura na rádio

Rádio Difusão Nacional da Guiné-Bissau
Rádio Difusão Nacional da Guiné-Bissau RFI/Liliana Henriques

O caso da exoneração das suas funções de dois funcionários da Radiodifusão nacional na Guiné-Bissau mereceu um comunicado do Conselho nacional de comunicação social. Este exorta a direcção da rádio pública a abster-se de censura.

Publicidade

Aliu Candé e Braima Camará, respectivamente, chefe de antena e chefe de redacção da Radidifusão nacional, foram exonerados dos seus cargos por alegadamente não terem acatado instruções do director da rádio, Abdurahmane Turé, para não cobrir uma conferência de imprensa de Domingos Simões Pereira.

O ex primeiro-ministro e líder do PAIGC cujo relacionamento com as autoridades políticas actuais é notoriamente difícil.

O comunicado do Conselho nacional de comunicação social condena "de forma veemente" a actuação da direcção alegando que "ela põe em causa os princípios democráticos do pluralismo".

Mamadu Candé, presidente do Sindicato dos jornalistas guineenses, equaciona um contacto com as partes neste caso e corrobora o teor do comunicado agora emitido.

Mamadu Candé, Presidente do Sindicato dos jornalistas guineenses

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.