Acesso ao principal conteúdo
Guiné Bissau

Diáspora guineense em Dacar quer apoiar Guiné Bissau

Presidente guineense José Mário Vaz e sua estratégia diplomática no Senegal e a Diáspora
Presidente guineense José Mário Vaz e sua estratégia diplomática no Senegal e a Diáspora SIA KAMBOU / AFP

Quadros, empresários, intelectuais e guineenses duma maneira geral da diáspora da Guiné Bissau, no Senegal, reuniram-se, este sábado, em Dacar, com o ministro guineense dos negócios estrangeiros, numa iniciativa do embaixador, na capital senegalesa, do país de Amílcar Cabral.

Publicidade

Na sua maioria quadros e intelectuais guineenses que trabalham no Senegal, em organizações internacionais e no sector privado naquele país, estiveram reunidos, este sábado, (28), em Dacar, sob a presidência do chefe da diplomacia de Bissau.

A iniciativa da reunião partiu da pessoa do embaixador da Guiné Bissau, em Dacar, que convidou o ministro guineense, Jorge Sambú, a encontrar-se com a diáspora intelectual e guineense em geral no Senegal.

Para o chefe da diplomacia guineense, Sambú, "a reunião é mostrar à comunidade guineense [do Senegal] que o Estado está próxima dela; e também, foi uma das emanações do presidente da República, fazer-se aproximar da comunidade".

Por seu lado, entre os quadros guineenses, estava, o politólogo, Henri Labéry, que, comentando o evento, declarou ser  "a iniciativa feliz, porque o dever duma embaixada é estar em contacto permanente com os filhos da terra".

Entrevistas realizadas pelo nosso correspondente, em Bissau, Cândido Camará.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.