Acesso ao principal conteúdo
Guiné-Bissau

Carlos Gomes Jr. "disponível para disputar a liderança do PAIGC"

Carlos Gomes Júnior, antigo primeiro-ministro da Guiné-Bissau, deposto em 2012
Carlos Gomes Júnior, antigo primeiro-ministro da Guiné-Bissau, deposto em 2012 Liliana Henriques / RFI

 O antigo primeiro-ministro Carlos Gomes Júnior, afirma estar "disponível para candidatar-me à liderança do PAIGC se os militantes assim o entenderem".

Publicidade

O antigo primeiro-ministro Carlos Gomes Júnior, regressado esta quinta-feira (18/01) a Bissau após cinco anos de exílio, na sequência do Golpe de Estado de Abril de 2012, afirma estar disponível para entrar no turbulento jogo politico guineense e mesmo candidatar-se à liderança do PAIGC, partido do qual foi presidente durante 12 anos.

Esta sexta-feira (19/02) "Cadogo" - como é conhecido - desdobrou-se em audiências aos dignitários do país, tendo-se avistado com o Presidente José Mário Vaz, que disse ser um amigo e ex-colaborador no seu governo no qual foi miinstro das finanças e visitou também o primeiro-ministro dimissionario, Umaro Sissoco Embaló.

Diz-se disponível para "promover a paz e o diálogo, [pois] não tenho compromissos com seja quem for, só com o povo guineense que sempre me elegiou e me acompanhou" e "dísponivel a candidatar-me à liderança do PAIGC se os militantes assim o entenderem".

O PAIGC reúne-se em congresso em Bissau entre 31 de Janeiro e 4 de Fevereiro, até agora com uma candidatura única a do seu presidente cessante Domingos Simões Pereira.

Carlos Gomes Júnior afirmou ainda estar de "consciência tranquila" e pronto para enfrentar a justiça se for chamado a esclarecer os assassinatos de figuras políticas e militares ocorridos quando era primeiro-ministro.

Os familiares do ex-presidente Nino Vieira, do ex-chefe das forças armadas, Tagme Na Waié e de vários ex-governantes escreveram ao Procurador Geral da República Bacari Biai, pedindo-lhe que convoque Carlos Gomes Júnior.

Com a colaboração de Mussa Baldé, correspondente em Bissau

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.