Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Guiné-Bissau: calendário eleitoral adiado ?

Áudio 11:43
Contagem de votos na Guiné-Bissau
Contagem de votos na Guiné-Bissau SEYLLOU / AFP

Na Guiné-Bissau o primeiro ministro Aristides Gomes lançou hoje oficialmente o inicio do recenseamento com vista às eleições legislativas agendadas para 18 de Novembro e presidenciais em 2019.Mas na prática nada está a acontecer, dado que apesar de ontem terem sido entregues 920 mil formulários para o recenseamento, fabricados na África do Sul, faltam ainda os indispensáveis 300 "kits" que a Nigéria prometeu emprestar, para o registo biométrico dos cerca de 1 milhão de potenciais eleitores.Uffé Vieira da Organização Sociedade Civil, Mulheres e Jovens para as eleições, uma plataforma constituída por 39 organizações, admite que este atraso pode comprometer todo o calendário eleitoral e não descarta o adiamento das eleições.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.