Acesso ao principal conteúdo
Guiné-Bissau

Guiné-Bissau: Partidos sem assento parlamentar em protesto

Assembleia de voto em Bissau. Imagem de Arquivo. 13/04/18.
Assembleia de voto em Bissau. Imagem de Arquivo. 13/04/18. SEYLLOU / AFP

Os partidos sem assento parlamentar na Guiné-Bissau, que se consideram excluídos na preparação das eleições legislativas de 18 de novembro, deram hoje um ultimato ao Primeiro-ministro. Se dentro de três dias, Aristides Gomes não os incluir na preparação das eleições, nomeadamente na fiscalização do recenseamento, vão convocar manifestações de rua.

Publicidade

Os partidos sem assento parlamentar na Guiné-Bissau exigiram nesta segunda-feira, 8 de Outubro, ao Primeiro-ministro o cumprimento das leis do país e admitiram fazer um protesto para mostrarem a sua indignação à forma como está a ser conduzido o recenseamento eleitoral.

Ouçamos Jorge Mandinga, dirigente da Assembleia do Povo Unido, Partido Democrático da Guiné-Bissau. Som recolhido pelo nosso correspondente, Mussá Baldé.

Os partidos sem assento parlamentar estiveram a debater o recenseamento eleitoral para as eleições legislativas previstas para 18 de Novembro. A nota de protesto para o Primeiro-ministro guineense, Aristides Gomes, dá um prazo de três dias para aceitar ou não de os incluir na preparação das eleições, nomeadamente na fiscalização do recenseamento.

Aristides Gomes vai reunir-se ainda nesta segunda-feira no Ministério das Finanças em Bissau com os partidos com assento e sem assento parlamentar.

Recorde-se que o Presidente José Mário Vaz marcou as eleições legislativas para 18 de Novembro. O processo eleitoral em curso tem provocado fortes críticas dos partidos sem assento parlamentar e da sociedade civil, que têm pedido que as legislativas sejam adiadas.

Em causa está o recenseamento eleitoral que não decorreu entre 23 de Agosto e 23 de Setembro, devido a atrasos na chegada dos equipamentos para o recenseamento biométrico.

Na realidade, o recenseamento apenas começou a 20 de Setembro e deverá terminar a 20 de Outubro.

Segundo dados divulgados nesta segunda-feira, já foram recenseados cerca de 100 mil eleitores num total que deverá rondar os 900 mil.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.