Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Pintor guineense Lemos Djata ganha Medalha de Ouro em Paris

Áudio 17:35
Pintor guineense Lemos Djata
Pintor guineense Lemos Djata RFI/Liliana Henriques

Desde sexta-feira e até este domingo, decorre na sala de exposições do Carrousel do Louvre aqui em Paris, uma exposição colectiva organizada pela Associação da Amizade e das Artes Galego Portuguesa em que estão representadas obras de artistas de diversos países lusófonos, o pintor guineenses Lesmo Djata obteve a Medalha de Ouro.

Publicidade

Entre os artistas que participam nesta mostra temporária, encontramos Lemos Djata, jovem pintor autodidacta de Guiné-Bissau, galardoado com a Medalha de Ouro.

A sua obra começou por representar paisagens, evoluindo para cenas do quotidiano do continente africano, cenas de dança, mulheres num mercado, retratos com personagens com trajes e posturas solenes, o dedilhar de uma certa musicalidade nunca estando longe.

Autodidacta, começou muito novo a pintar, afinando a sua técnica entre ultra-realismo e cubismo. De Bissau, foi para Portugal onde viveu dez anos para seguir em 2016 rumo a Londres, a sua obra tendo vindo a atrair cada vez mais coleccionadores. Ele contou à RFI como tudo começou.

Quadro de Lemos Djata exposto na mostra temporária deste fim-de-semana em Paris
Quadro de Lemos Djata exposto na mostra temporária deste fim-de-semana em Paris Lemos Djata

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.