Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Miguel de Barros « estabilidade do regime só será determinada pelas presidenciais »

Áudio 10:00
Miguel de Barros, director-executivo da ONG guineense Tiniguena.
Miguel de Barros, director-executivo da ONG guineense Tiniguena. RFI/Liliana Henriques

Apesar de não haver dados oficiais sobre a taxa de participação nas legislativas de ontem na Guiné-Bissau, tanto a CNE como a comunidade internacional têm destacado a forma ordeira como decorreu o processo. Do lado da sociedade civil que esteve igualmente a monitorar o escrutínio, esta é também a apreciação, conforme disse à RFI Miguel de Barros, director-executivo da ONG guineense Tiniguena.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.