Acesso ao principal conteúdo
Desporto

Guiné-Bissau e Angola apurados para o CAN 2019

Áudio 06:58
A Selecção da Guiné-Bissau no CAN 2017 que decorreu no Gabão. Imagem de Arquivo.
A Selecção da Guiné-Bissau no CAN 2017 que decorreu no Gabão. Imagem de Arquivo. KHALED DESOUKI / AFP

Nesta edição do desporto, o destaque vai para o CAN de 2019 e para o apuramento dos Djurtus e dos Palancas Negras para a fase final da prova.Já são conhecidas as 24 Selecções que vão participar no Campeonato Africano das Nações que vai decorrer no Egipto. No lote de apurados encontramos duas lusófonas: Guiné-Bissau e Angola.A Guiné-Bissau apurou-se para o CAN de 2019 acabando no primeiro lugar no Grupo K, após o empate a duas bolas frente aos Mambas. Moçambique ficou de fora do CAN 2019 por causa da diferença particular com a Namíbia, que segue para a fase final.No duelo entre países lusófonos, os guineenses estiveram na frente, a vencer por 1-0, depois foi a reviravolta dos moçambicanos que venciam por 1-2 à entrada para o minuto 90, no entanto os Djurtus não queriam ser derrotados em casa e empataram já no tempo adicional.A Guiné-Bissau terminou no primeiro lugar com 9 pontos, à frente da Namíbia com 8 pontos, e de Moçambique, também com 8 pontos, no entanto os moçambicanos acabaram no terceiro lugar visto que nos confrontos directos os namibianos venceram por 1-0 em casa e por 1-2 fora.De notar que no outro jogo do grupo, a Namíbia perdeu por 4-1 na deslocação ao terreno da Zâmbia, que terminou no último lugar com sete pontos.Em declarações exclusivas à RFI, Baciro Candé, seleccionador da Guiné-Bissau, mostrou-se feliz pelo apuramento, falou da ambição para o próximo CAN, mas começou por abordar o sentimento que tinha por levar pela segunda vez consecutiva os Djurtus à maior prova de futebol em África.A Selecção angolana de futebol também alcançou o apuramento para o CAN de 2019, terminando no primeiro lugar no Grupo I com 12 pontos, isto após o triunfo por 0-1 na deslocação ao Botsuana com o único tento a ser apontado pelo avançado Wilson Eduardo, que se estreou com a camisola dos Palancas Negras, ele que joga em Portugal no Sporting de Braga.No segundo lugar ficou a Mauritânia, comandada pelo treinador luso-francês Corentin Martins, igualmente com 12 pontos, apesar da derrota por 1-0 na deslocação ao terreno do Burkina Faso, comandado pelo técnico português Paulo Duarte.O Burkina Faso acabou na terceira posição com 10 pontos, enquanto o Botsuana terminou no último lugar do grupo com apenas um ponto.Já referimos aqui que Moçambique foi eliminado, mas houve uma segunda nação eliminada, Cabo Verde.No Grupo L, Cabo Verde terminou no último lugar com cinco pontos, apos o empate caseiro sem golos frente ao Lesoto, terceiro classificado com seis pontos.Quem segue para o CAN é o Uganda, líder do grupo com 13 unidades, apesar de ter sido derrotado por 3-0 pela Tanzânia, que acabou no segundo lugar com oito pontos.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.