Acesso ao principal conteúdo
GUINÉ-BISSAU

Guiné-Bissau: Polémica posse do parlamento

Assembleia Nacional Popular na Guiné-Bissau
Assembleia Nacional Popular na Guiné-Bissau RFI

Na Guiné-Bissau a tomada de posse do novo parlamento desembocou em impasse quanto à eleição da mesa da Assembleia nacional popular. O dia começou em festa mas parece transformar-se agora num autêntico pesadelo.

Publicidade

Mais de quatro horas após a investidura formal dos 102 deputados que vão constituir o novo parlamento, ainda não há consenso sobre a fórmula para eleição da nova mesa do órgão legislativo.

Os seis partidos que integram o novo parlamento não se entendem na nomeação dos vices presidentes e secretários da mesa parlamentar.

Por um lado, o PAIGC e os três partidos que o apoiam dizem que é por método de Hondt, isto é, de acordo com os resultados eleitorais, neste caso seria o PAIGC a propor os nomes, noutra direcção, o MADEM e o PRS acham que não é bem assim.

Há longos debates no parlamento improvisado numa unidade hoteleira de Bissau, com interpretações diversas daquilo que diz o regimento parlamentar.

Os convidados nacionais e estrangeiros que assistiram à posse dos novos deputados, cansados com a situação, abandonaram a sala, deixando os 102 deputados em intermináveis discussões.

Como dizia um diplomata internacional, parece estar a começar mal a décima legislatura do parlamento guineense, que todos esperavam ser de mudança.

Mussá Baldé, Bissau, RFI

Correspondência de Bissau

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.