Acesso ao principal conteúdo
Guiné-Bissau

Manifestação abortada de alunos em Bissau

José Mário Vaz, Presidente da Guiné-Bissau. Imagem de arquivo.
José Mário Vaz, Presidente da Guiné-Bissau. Imagem de arquivo. SEYLLOU / AFP

Depois de manifestações políticas no sábado para exigir ao Presidente do país, José Mário Vaz, a nomeação de um novo Governo, hoje foi a vez dos alunos saírem às ruas de Bissau. Os estudantes tentaram manifestar contra o fecho das escolas públicas.

Publicidade

Centenas de alunos das escolas públicas de Bissau foram proibidos de manifestar em Bissau. Os estudantes foram dispersados quando ensaiavam danças e gritavam "queremos ir à escola", para acompanhar uma nova manifestação de rua.

A manifestação foi convocada por causa do fecho das escolas, devido a uma nova greve dos professores. Os docentes reclamam que o governo faça o pagamento de salários em atraso e aplique um conjunto de diplomas legais.

Quando os alunos preparavam a manifestação, a policia apareceu e começou a carregar sobre os jovens.

Um dos porta-vozes dos alunos, Bacar Mané, disse aos jornalistas que a manifestação era do conhecimento do ministro do Interior, Edmundo Mendes.

Os alunos pedem ao Presidente José Mário Vaz que demita Edmundo Mendes por ser o responsável pela carga policial que dizem ter sido "selvática".

Os alunos prometem continuar a luta para exigir a anulação do ano lectivo nas escolas públicas ou a retoma normal do funcionamento das aulas, coisa que não acontece desde Outubro, devido à várias greves dos professores.

Para os alunos, a carga policial desta segunda-feira vem contrariar as afirmações do Presidente Vaz que garanta que no seu consulado nenhum guineense foi morto ou espancado pelas autoridades, como nos explica o nosso correspondente em Bissau, Mussá Baldé.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.