Acesso ao principal conteúdo
Guiné-Bissau

Presidente guineense discursa em fim de mandato

Guiné-Bissau: Presidente José Mário Vaz
Guiné-Bissau: Presidente José Mário Vaz © Sia Kambou, AFP

O Presidente da Guiné-Bissau pronuncia longo discurso para assinalar o fim do seu mandato, durante o qual elogiou o seu legado. José Mário Vaz destaca a paz e a estabilidade do seu mandato.

Publicidade

No seu discurso à Nação, o Presidente da República disse que os cinco anos passaram sem sobressaltos, sem medo e sem assassinatos ou prisões arbitrárias por questões políticas.

José Mário Vaz afirmou que, durante este período, não houve tentativas de golpe de Estado, e o país viveu num ambiente de paz.

"Posso dizer orgulhosamente que o país mudou.

Hoje vive-se um ambiente de paz civil e estabilidade interna.

Durante os cinco anos do meu mandato não houve um único tironos quartéis.

Pela primeira vez não houve tentativas de golpe de Estado.

As questões de desrespeito pelos direitos humanos hoje não se colocam", afirmou o Presidente da República da Guiné-Bissau.

Por isso, o Chefe de Estado felicita as forças de defesa e segurança pelo papel determinante neste processo.

Sem grandes referências à turbulência política dos últimos tempos, o Presidente da República, durante a tomada de posse do Primeiro-ministro, lançou um apelo para que se conclua a constituição da Mesa do Parlamento.

Mário Vaz encerra assim cinco anos de mandato, pela primeira vez na história do país, com a nomeação de oito Primeiros-ministros, não dando indicações sobre as possibilidades da sua recandidatura a 24 de Novembro.

Oiça aqui a correspondência de Aliu Candé em Bissau:

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.