Acesso ao principal conteúdo
GUINÉ-BISSAU

Guiné-Bissau: Inconformados exigem substituição de Jomav

O mandato de José Mário Vaz, presidente da Guiné-Bissau, expirou neste domingo.
O mandato de José Mário Vaz, presidente da Guiné-Bissau, expirou neste domingo. SIA KAMBOU / AFP

A situação política contínua tensa na Guiné-Bissau.Terminado o mandato do Presidente da República e o ultimado dado pela CEDEAO, o país está sem governo.O Movimento dos Cidadãos Conscientes e Inconformados entregou hoje no parlamento uma Carta Aberta exigindo a substituição do Presidente da República cujo mandato terminou ontem.

Publicidade

A manifestação dos Inconformados encerrou no Parlamento com a entrega do Manifesto, exigindo a substituição do Presidente da República, José Mário Vaz, conhecido como Jomav, cujo mandato de cinco anos terminou ontem, domingo, 23 de Junho.

 Sumaila Djaló, Porta-voz do Movimento dos Cidadãos Conscientes e Inconformados defende que José Mário Vaz já não tem legitimidade para continuar à frente dos destinos do país.

O Movimento dos Inconformados crítica o Chefe do Estado-maior das Forças Armadas, a quem pediu para se distanciar da política.

A manifestação acontece horas depois do fim do ultimado dado pela CEDEAO, sem no entanto, ter sido oficializada ainda a formação do Governo e finalização da constituição da Mesa do Parlamento.

Ouça aqui a correspondência de Aliu Candé, de Bissau, em serviço especial para a RFI.

As eleições presidenciais foram marcadas para 24 de Novembro, mas o mandato de José Mário Vaz expirava neste domingo, 23 de Junho.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.