Acesso ao principal conteúdo
Futebol

CAN 2019: Djurtus vão tentar derrubar os Esquilos

Frédéric Mendy, avançado da Guiné-Bissau (centro)
Frédéric Mendy, avançado da Guiné-Bissau (centro) RFI/Pierre René-Worms

Numa altura em que o Campeonato Africano das Nações conta com três equipas apuradas para os oitavos - Argélia, Egipto e Nigéria -, outras selecções como a Guiné-Bissau preparam o segundo jogo na prova que decorre no Egipto.

Publicidade

A Seleção guineense, que disputa pela segunda vez consecutiva o CAN, vai defrontar neste sábado 29 de Junho a Seleção do Benim, ‘os Esquilos’.

O adversário dos guineenses participa pela quarta vez no CAN, mas nunca venceu um único encontro. Em caso de vitória seria um momento histórico para o Benim, mas também para os Djurtus que ainda não vencer na prova, quer seja em 2017, quer seja em 2019.

Confira aqui as declarações de Baciro Candé, Treinador dos Djurtus.

Este CAN também é uma estreia para Mama Baldé, avançado guineense que jogou na temporada passada no Desportivo das Aves. O atleta de 23 anos estreou-se com a camisola dos Djurtus na derrota por 2-0 frente aos Camarões. O avançado é uma aposta para o futuro.

A RFI falou com Mama Baldé, avançado da Guiné-Bissau, que abordou esse jogo frente ao Benim e deixou uma mensagem para o povo guineense.

Neste Grupo F os Djurtus vão defrontar o Benim, enquanto os Camarões poderão carimbar o passaporte para os oitavos-de-final se vencerem o Gana. Os dois jogos vão decorrer no Estádio de Ismaília.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.