Acesso ao principal conteúdo
Guiné-Bissau

Sissoco Embaló quer ser Presidente

Umaro Sissoco Embaló, candidato do Madem às presidenciais na Guiné-Bissau.
Umaro Sissoco Embaló, candidato do Madem às presidenciais na Guiné-Bissau. ONU/Cia Pak

Umaro Sissoco Embaló é o candidato do Movimento para a Alternância Democrática (Madem) às eleições presidenciais agendadas para o próximo dia 24 de Novembro. O ex-primeiro-ministro recolheu o voto favorável dos 297 membros do conselho nacional.

Publicidade

O ex-primeiro ministro guineense, Umaro Sissoco Embaló, é o candidato do Movimento para a Alternância Democrática às eleições presidenciais que terão lugar no próximo dia 24 de Novembro.

Na corrida às primárias do Madem estavam igualmente o actual chefe de Estado, José Mário Vaz, e o constitucionalista Carlos Vamain, que não estiveram presentes na votação, contrariando o regulamento interno do partido.

Sissoco Embaló acabou por ser o único candidato escrutinado pelo conselho nacional do partido, recolheu o voto favorável dos 297 membros do conselho nacional, 107 votaram contra e 24 abstiveram-se da votação.

Dos 617 conselheiros que compõem o órgão máximo do MADEM, 428 participaram no processo das primárias do partido.

O líder do partido reagiu à vitória de Sissoco Embaló. Braima Camará considerou que “o Madem é um partido forte, um partido de gente expulsa do PAIGC há um ano”.

O coordenador acrescentou que ainda que “a classe política guineense percebeu que quem tiver o apoio do Madem é o provável vencedor das próximas eleições”.

Umaro Sissoco Embalo, 46 anos, e general na reserva, afirmou que o seu lema será: o caminho aberto para a vitória nas presidenciais.
Na corrida ao cargo de chefe de Estado Umaro Sissoco Embalo poderá vir a enfrentar adversários como Carlos Gomes Júnior, Nuno Nabian, figuras políticas que já se assumiram como candidatados às eleições presidências.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.