Acesso ao principal conteúdo
Guiné-Bissau

Guiné-Bissau: José Mário Vaz, candidato a um segundo mandato

José Mário Vaz, presidente cessante da Guiné-Bissau.
José Mário Vaz, presidente cessante da Guiné-Bissau. SEYLLOU / AFP

Foi organizado esta tarde em Bissau um comício para o presidente cessante, José Mário Vaz, anunciar a sua candidatura para um segundo mandato nas presidenciais do próximo dia 24 de Novembro. José Mário Vaz é Presidente da Guiné-Bissau desde 2014.

Publicidade

Após alguns dias de suspense, José Mário Vaz anunciou esta quinta-feira que é candidato à sua própria sucessão.

Perante os seus apoiantes, jovens, mulheres e anciões que vieram um pouco por todos os lados da Guiné-Bissau, sobretudo, os agricultores do interior do país, José áario Vaz assumiu o desafio que lhe foi lançado por vários movimentos da população.

José Mário Vaz, Jomav como também é conhecido, apresenta-se à corrida do próximo dia 24 de Novembro, tendo como principal capital político o facto de ter sido o primeiro Presidente eleito na Guiné-Bissau que concluiu o seu mandato de cinco anos.

Os apoiantes do Jomav apresentam-no como alguém que promoveu a liberdade de expressão, liberdade de imprensa, alguém que é pela não-violência, pelo diálogo e pela estabilidade.

No gigantesco cartaz exibido no espaço de diversão em Bissau onde Jomav se apresentou publicamente para a corrida a um segundo mandato, o político é apresentado como homem de paz.

José Mario Vaz nasceu a 10 de dezembro de 1957. Concorre a um segundo mandato, na qualidade de independente, por se ter incompatibilizado com o seu partido, o PAIGC, desde 2015.

Mais pormenores com o nosso correspondente, Mussá Baldé.

 

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.