Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Guiné-Bissau: funcionários da ANP em greve a partir de 2ª feira

Áudio 06:27
Assembleia Nacional Popular em Bissau
Assembleia Nacional Popular em Bissau pt.wikipedia.org/wiki/Assembleia_Nacional_Popular_da_Guiné-Bissa

Na Guiné-Bissau o Sindicato dos Funcionários Parlamentares - SINFUP - convocou uma greve de 10 dias para o passado dia 3 de Setembro, mas após negociações com a direcção da Assembleia Nacional Popular, decidiram suspender o movimento de greve, após garantias de que os salários atrasados de Julho e Agosto seriam pagos até esta sexta-feira (13/09) .Até esta sexta-feira foi pago um dos dois meses de salários em atraso e nada evoluiu quanto às outras reivindicações, pelo que os funcionários vão entrar em greve por 10 dias a partir das 8h de segunda-feira até às 16h do dia 27 de Setembro e poderão impedir a discussão e aprovação do programa de governo e do Orçamento Geral do Estado e até impactar as eleições presidenciais de 24 de Novembro, dado que a greve abrange também a Comissão Nacional de Eleições, o Conselho Nacional de Comunicação Social e a Inspecção Nacional de Luta Contra a Corrupção, como refere Abel Augusto Tchudá, presidente da comissão negocial do Sindicato dos Funcionários Parlamentares.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.