Acesso ao principal conteúdo
Guiné-Bissau

Guiné-Bissau: 12 candidatos às presidenciais

Voto a 10 de Março de 2019. Bissau.
Voto a 10 de Março de 2019. Bissau. SEYLLOU / AFP

A Comissão Nacional de Eleições da Guiné-Bissau realizou, este sábado, o sorteio da posição nos boletins de voto dos 12 candidatos às presidenciais de 24 de Novembro. O sorteio realiza-se depois de o Supremo Tribunal de Justiça ter divulgado a lista dos 12 candidatos.

Publicidade

A Comissão Nacional de Eleições da Guiné-Bissau realizou, este sábado, o sorteio da posição nos boletins de voto dos 12 candidatos, apesar do boicote de quatro candidatos, às presidenciais de 24 de Novembro:

  1. Mutaro Itai Djabi (independente)
  2. Domingos Simões Pereira [apoiado pelo Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC)]
  3. Vicente Fernandes [Partido de Convergência Democrática (PCD)]
  4. António Afonso Té [Partido República da Independência para o Desenvolvimento (PRID)]
  5. Nuno Gomes Nabiam [Assembleia do Povo Unido - Partido Democrático da Guiné-Bissau (APU-PDGB)]
  6. Baciro Dja [Frente Patriótica de Salvação Nacional (Frepasna)]
  7. Carlos Gomes Júnior (independente)
  8. Gabriel Indi [Partido Unido Social Democrático (PUSD)]
  9. Idrissa Djaló [Partido da Unidade Nacional (PUN)]
  10. José Mário Vaz (independente)
  11. Umaro Sissoco Embalo [Movimento para a Alternância Democrática (Madem-G15)]
  12. Iaia Djaló [Partido Nova Democracia (PND)]

Estes são, assim, os 12 candidatos aprovados pelo Supremo Tribunal de Justiça dos 19 que apresentaram candidaturas.

De notar que o boicote, anunciado por Carlos Gomes Júnior, José Mário Vaz, Nuno Gomes Nabiam e Umaro Sissoco Embalo, em protesto contra as Correções de Omissões nos Cadernos Eleitorais, não impediu a realização do sorteio.

O Presidente da CNE, José Pedro Sambú determinou ainda que a entrega das fotografias dos candidatos em formato digital acontece, o mais tardar, até terça-feira, para a confecção dos Boletins de Voto.

As eleições presidenciais na Guiné-Bissau realizam-se a 24 de Novembro. Caso seja necessária segunda volta, será a 29 de Dezembro.

A campanha eleitoral deve decorrer entre 01 e 22 de Novembro.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.