Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Aristides Gomes: "está em curso um processo de golpe de Estado"

Áudio 11:09
Aristides Gomes, primeiro-ministro da Guiné-Bissau demitido ontem pelo Presidente José Mário Vaz.
Aristides Gomes, primeiro-ministro da Guiné-Bissau demitido ontem pelo Presidente José Mário Vaz. Lusa

Ontem, o Presidente guineense José Mário Vaz demitiu o governo de Aristides Gomes alegando que esta decisão se enquadra "numa grave crise política" estando "em causa o normal funcionamento das instituições da República". Na sequência desta decisão, através de um segundo decreto, o Presidente indigitou hoje Faustino Imbali, militante do PRS, como sendo o novo chefe do governo. Estas decisões consideradas ilegais nomeadamente pela CEDEAO, acontecem num altura em que faltam poucos dias para o início oficial da campanha para as presidenciais fixadas para o dia 24 de Novembro. Na óptica de Aristides Gomes, que diz tencionar continuar a assegurar as funções de primeiro-ministro, estes últimos acontecimentos não deixam de ter reflexos sobre o processo eleitoral e "está em curso um golpe de Estado".

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.