Acesso ao principal conteúdo
Guiné-Bissau

Guiné-Bissau: Hospital Simão Mendes ficou sem um milhão de euros

Saúde.
Saúde. Getty Images/Burke/Triolo Productions

Desapareceu 1 milhão de euros do Hospital Nacional Simão Mendes. A denúncia é feita pela ministra da saúde da Guiné-Bissau, Magda Robalo. O dinheiro terá desaparecido há cerca de ano e meio.

Publicidade

Um milhão de euros seria o montante de um desfalque registado nos cofres do hospital Simão Mendes.

A denúncia é da própria ministra guineense da Saúde Pública.

Magda Robalo aproveitou um encontro do Governo com os parceiros do sector da Saúde, para apontar o dedo aos elementos da direcção do principal centro médico da Guiné-Bissau, nos últimos três anos.

Segundo a ministra, contas feitas, 600 milhões de francos CFA, cerca de um milhão de euros desapareceram dos cofres do Hospital Simão Mendes.

O dinheiro seria para o pagamento de consultas e assistência médica de utentes do Simão Mendes, mas também verbas disponibilizadas por parceiros da Guiné-Bissau para a melhoria do sistema de saúde pública.

O caso já é do conhecimento do Tribunal de Contas.

Magda Robalo garante que a situação não ficará impune e que os responsáveis pelo alegado desvio serão traduzidos à justiça.

A denúncia da ministra acontece numa altura em que o Governo tenta incentivar os parceiros a disponibilizarem mais fundos para o sistema de saúde pública. Um pedido que Magda Robalo considera difícil tendo em conta os buracos que encontrou no Ministério da Saúde.

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.