Acesso ao principal conteúdo
MOÇAMBIQUE

Moçambique quer segurança para o gás

Assinatura em Maputo do Acordo de paz de Moçambique entre Filipe Nyusi, chefe de Estado, e Ossufo Momade, presidente da Renamo, a 6 de Agosto de 2019.
Assinatura em Maputo do Acordo de paz de Moçambique entre Filipe Nyusi, chefe de Estado, e Ossufo Momade, presidente da Renamo, a 6 de Agosto de 2019. AFP

Abriu nesta quarta-feira em Maputo a Sexta Cimeira sobre o gás. Moçambique está a três anos de iniciar a produção e exportação de gás natural liquefeito, mas a persistência de diferendos entre a Frelimo e a Renamo e respectivos dissidentes e os confrontos no Norte do país deixam receios às autoridades e ao próprio FMI.

Publicidade

O Fundo Monetário Internacional, que acaba de concluir uma visita de trabalho a Moçambique, admitiu que as dúvidas sobre o processo de paz podem ser um risco para o desempenho económico.

Ricardo Velloso, chefe da missão do FMI, admitiu à agência noticiosa Lusa não se saber se o processo de paz vai continuar a "caminhar bem".

O governo e a Renamo, antiga guerrilha, assinaram um Acordo de paz a 6 de Agosto, mas grupos armados desde então já mataram cerca de uma dezena de pessoas na zona centro em ataques contra civis e também autoridades.

Uma auto-proclamada Junta militar da Renamo, hostil à nova liderança do movimento da perdiz de Ossufo Momade, tem reivindicado estes atentados.

O responsável da missão do FMI a Moçambique mencionou também a violência armada que tem assolado o Norte do país, nomeadamente a província de Cabo Delgado onde se situam os mega-projectos de gás natural.

Ricardo Velloso afirmou, pois, que "de momento não aconteceu nada" relativamente a efeitos sobre os mega-projectos de gás, mas que a "violência" tem de ser "enfrentada".

O FMI prevê uma forte recuperação económica em 2020, com um crescimento do PIB, Produto interno bruto, em 5,5%, muito acima dos 2,1% do ano findo.

No dia em que abria em Maputo a 6a Cimeira de gás, um evento anual, o chefe de Estado, Filipe Nyusi, alertou também para a necessidade de por cobro aos "conflitos" que dificultariam "o futuro e o crescimento de uma nação que pode ser próspera muito rapidamente."

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.