Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Alerta de inundações no centro de Moçambique

Cheias na cidade da Beira, 24 de Março 2019
Cheias na cidade da Beira, 24 de Março 2019 RFI

O Instituto Nacional de Gestão de Calamidade (INGC) está a retirar compulsivamente populações nas margens do rio Licungo na Zambézia. Em causa está a subida do caudal do rio, que pode vir a provocar mortes.

Publicidade

Teve início esta segunda-feira nos pontos críticos da província da Zambézia, no centro de Moçambique, a demolição de casas e a retirada compulsiva das populações que vivem nas zonas propensas a inundações.

O Rio Licungo apresenta com níveis de água acima do alerta e a situação requer acções imediatas. "Estamos com equipas no terreno a fazer o seu trabalho de mobilização e de retirada das famílias desses locais", explica a directora-geral do Instituto Nacional de Gestão de Calamidade, Augusta Maita.

Há relatos de mortes e de milhares de pessoas afectadas devido as chuvas que fustigam severamente a região centro e norte do país, desde o dia 26 de Dezembro.

O Instituto Nacional de Meteorologia INAM aponta para a ocorrência de chuvas moderadas a forte entre esta segunda e terça-feira, nas províncias da Zambézia, Tete, Niassa, Nampula e Cabo Delgado. Mais informação com Orfeu Lisboa.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.