Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Moçambique: Ataque reivindicado pelo Estado Islâmico

Província de Cabo Delgado.
Província de Cabo Delgado. Google Maps

O autodenominado grupo Estado Islâmico anunciou ter realizado um ataque contra uma posição militar, na quinta-feira, no distrito de Mocímboa da Praia, em Cabo Delgado, em Moçambique. O grupo fala em 22 baixas no exército moçambicano. Fonte militar confirmou à RFI a ocorrência de um ataque.

Publicidade

Os relatos que chegam de uma aldeia de Mbau, no distrito de Mocímboa da Praia, em Cabo Delgado, no extremo norte de Moçambique são preocupantes.

O autodenominado grupo Estado Islâmico, na sua página da internet, anuncia ter levado a cabo uma ofensiva contra uma posição militar, na quinta-feira, com o registo de 22 baixas do lado do exército moçambicano.

O ministério da Defesa Nacional ainda não se pronunciou, mas uma fonte militar confirmou à RFI a ocorrência do ataque com registo de vários mortos.

“Isso não falta. Para já estavam estes estudantes da ESBO, Escola de Sargentos de Boane. Queimou-se aquilo tudo aí. Dois BTRs [carros blindados] que estavam lá estacionados, trezentos e tal tropas que lá estavam, não conseguiram responder”, contou à RFI fonte militar.

Há quase três anos que alguns distritos, da província de Cabo Delgado, têm sido palco de confrontos entre as forças governamentais e os insurgentes, com o registo de cerca de 300 mortos entre civis e militares, assim como a fuga das populações das suas aldeias.

Oiça aqui a reportagem de Orfeu Lisboa.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.