Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Concursos públicos alvo de corrupção em Moçambique

Os empreiteiros moçambicanos filiados em várias associações denunciam cobranças ilícitas nas atribuições de concursos públicos, que podem atingir até 10% dos mesmos.

Publicidade

A corrupção é um sério problema em Moçambique. Sem o pagamento de 10%, torna-se impossível ganhar concursos para adjudicação de obras do Estado, queixam-se os empreiteiros. Reunidos em Maputo, a capital moçambicana, os empreiteiros e membros do governo debateram os problemas.

Agostinho Vuma, presidente da Federação dos Empreiteiros de Moçambique, denuncia estes casos de corrupção. "Estamos a pensar em fazer reformas profundas. Eles estão a pensar nas estratégias para roubar dinheiro em tudo o que fazemos. Nós empreiteiros, denunciamos essa práticas", afirmou o dirigente.

Mais pormenores com o nosso correspondente, Orfeu Lisboa.

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.