Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Moçambique dá nota positiva ao Fórum China-África

Logo do Fórum de Cooperação China-África.
Logo do Fórum de Cooperação China-África. DR

Terminou ontem em Joanesburgo a segunda cimeira do Fórum de Cooperação China-África -FOCAC - no qual o Presidente Xi Jinping prometeu 60 mil milhões de dólares ao continente africano e perdoou a vários países entre os quais Moçambique, as dívidas com juros não vencidos até 2015.

Publicidade

O Fórum decorreu sob o lema "China e África avançam de mãos dadas : cooperação de benefício mútuo para o desenvolvimento comum".

Cerca de 40 Chefes de Estado Africanos, entre os quais 4 dos 5 Presidentes afro-lusófonos marcaram presença no Fórum China-África que terminou este sábado (5/12) em Joanesburgo: o Presidente angolano José Eduardo dos Santos e os seus homólogos cabo-verdiano Jorge Carlos Fonseca, guineense José Mário Vaz e o moçambicano  Filipe Nyusi.

Em 2014 a economia chinesa teve um peso de 30% na economia mundial e na economia africana o peso foi de 20%. A China importa actualmente 28% das exportações de petróleo africano.

O chefe de estado moçambicano Filipe Nyusi atribui nota positiva ao Fórum de Cooperação China-África que durante dois dias decorreu na cidade sul-africana de Joanesburgo e onde, o gigante asiático anunciou a concessão de 60 biliões de dólares para o financiamento de 10 grandes programas de desenvolvimento, em África nos próximos 3 anos.

A China ainda comprometeu-se nesta cimeira, a perdoar a dívida com juros não vencidos até 2015, de Moçambique e de outros países africanos.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.