Acesso ao principal conteúdo
Economias

FMI exige transparência a Moçambique

Áudio 06:54
Christine Lagarde, Directora - geral do FMI
Christine Lagarde, Directora - geral do FMI Reuters

Desde o mês de Março que Moçambique se encontra no “olho dum ciclone” económico-financeiro, devido às revelações feitas pela imprensa norte - americana e britânica sobre empréstimos grarantidos pelo Estado a empresas públicas, e privadas. Esta semana, o primeiro-ministro moçambicano, Carlos Agostinho do Rosário, reuniu-se com a Directora-geral do FMI, Christine Lagarde, um encontro considerado pelo este organismo internacional como "um primeiro passo importante", para poderem ser "apurados os factos, feita uma avaliação, e restaurada a confiança. Bem-Hur Cavelane, consultor na área de finanças públicas, explicou à RFI que os empréstimos que criaram esta situação, foram feitos durante o mandato do Presidente Armando Guebuza, e Moçambique só poderá sair desta situação através da transparência, com a qual voltará a ganhar a confiança internacional.  

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.