Acesso ao principal conteúdo
MOÇAMBIQUE

Moçambique: comissão mista obtém consensos sobre mediadores

Líder da Renamo e presidente moçambicano devem voltar a reunir-se
Líder da Renamo e presidente moçambicano devem voltar a reunir-se

A Comissão Mista, composta por membros do Governo e da Renamo, maior partido da oposição em Moçambique, alcançou hoje consensos sobre os termos de referência que vão orientar a missão dos mediadores do diálogo político que vinha decorrendo há dois anos.

Publicidade

A informação foi avançada há momentos por José Manteigas, Porta-voz da Comissão que prepara um encontro entre o chefe de estado, Filipe Nyusi, e o líder da Renamo, Afonso Dhlakama. Segundo Manteigas, que falava no final da sétima sessão, mediadores ainda não responderam aos convites endereçados.

São eles a União Europeia, a Igreja católica e a África do Sul que até agora não confirmaram aceder ao convite formulado pelas partes moçambicanas.

Em causa está a instabilidade político-militar vigente sobretudo no centro de Moçambique com confrontos opondo alegados guerrilheiros da Renamo a tropas governamentais.

Com em pano de fundo a contestação pelo movimento da perdiz dos resultados das últimas eleições moçambicanas e a respectiva reivindicação em governar as províncias nortenhas e centrais para as quais reclama vitória.

Confira aqui as declarações de José Manteigas, na sequência da sétima reunião da comissão mista, num registo recolhido por Orfeu Lisboa em Maputo.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.