Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Crise moçambicana obriga empresas a fechar as portas

Terminal de Carvão
Terminal de Carvão www.cfm.co.mz

Em Moçambique muitas empresas estão a fechar as portas em resultado da crise económica que afecta o país. As declarações são da Confederação das Associações Económicas de Moçambique que afirma que há zonas onde dezenas de empresas encerraram apenas no espaço de um mês.

Publicidade

É já uma certeza e com contornos alarmantes revela a Confederação das Associações Económicas de Moçambique- CTA- que são muitas, mas muitas as empresas que estão a fechar as portas devido a crise económica que atinge o país.

"Estamos a fazer um levantamento de quantas empresas, mas há uma média muito grande de empresas que fecham mensalmente, semanalmente. Há zonas onde a média chega a atingir dez empresas por mês que estão a fechar".

Os projectos de gás e carvão são os mais afectados pela crise económica revela Luís Sitoe, director executivo da Confederação das Associações Económicas de Moçambique CTA que, em conferência de imprensa em Maputo, anunciou para o dia 28 deste mês a realização da 14ª conferência anual do sector privado para debater a situação económica do país.

 

Correspondência de Orfeu Lisboa

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.