Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Empresa Kroll vai fazer auditoria à dívida pública de Moçambique

Barcos da EMATUM no Porto de Maputo, 22 de Abril de 2016.
Barcos da EMATUM no Porto de Maputo, 22 de Abril de 2016. STRINGER / AFP

O governo moçambicano cedeu à exigência do Fundo Monetário Internacional para a realização de uma auditoria à dívida pública. A norte-americana Kroll vai ser a empresa que vai fazer a auditoria à EMATUM (Empresa Moçambicana de Atum), Proindicus e MAM (Moçambique Asset Management).

Publicidade

A empresa de consultoria de riscos com sede em Nova Iorque, Kroll, vai ser a responsável pela auditoria à EMATUM (Empresa Moçambicana de Atum), Proindicus e MAM (Moçambique Asset Management). A consultora terá um prazo de 90 dias para o fazer. O anúncio foi feito esta sexta-feira pela Procuradoria-Geral da República.

O governo cede, assim, à exigência do Fundo Monetário Internacional para a realização de uma auditoria internacional à dívida pública.

O FMI suspendeu, em Abril, os apoios financeiros a Moçambique até que a situação da dívida de 1,4 mil milhões de dólares - contraída sem o aval do parlamento por três empresas com garantias do Estado - esteja esclarecida.

Oiça aqui a reportagem de Orfeu Lisboa.

Orfeu Lisboa, Correspondente em Maputo

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.