Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Moçambique: Campanha contra venda ilegal de medicamentos

Campanha nacional contra venda ilegal de medicamentos em Moçambique. Imagem do miramar.co.mz
Campanha nacional contra venda ilegal de medicamentos em Moçambique. Imagem do miramar.co.mz DR

As autoridades moçambicanas lançaram uma camapanha de sensibilização contra a venda ilegal de medicamentos no país, medicamentos que são desviados dos hospistais ou com origem no tráfico nas fronteiras.

Publicidade

O minstério da Saúde em Moçambique lançou uma campanha nacional para dar combate à venda ilegal de medicamentos e sobretudo para sensibilizar as pessoas para os riscos que correm comprando medicamentos que podem prejudicar a saúde das pessoas por razões diversas.

Uma dessas razões pode ser a contravenção ou medicamentos fora de prazo ou inadequados para o tratamento de determinada doença.

Outra das razões é que esses medicamentos roubados de hospitais e outros organismos moçambicanos são vendidos no mercado negro sem nenhuma autentificação quando não fazem parte de uma rede tráfico de medicamentos tranSfronteiriço.

Em entrevista à RFI, o médico moçambicano, António Eassane, Director nacional da Central de Medicamentos, do ministério da saúde, afirma que o "objectivo principal da campanha é sensibilizar a população porque a nível de mercados informais tem havido de qualquer tipo de medicamento."

Para o médico António Eassane, a situação é "preocupante, porque o ano passado já tinham lançado uma "estratégia de combate ao roubo e venda de medicamentos, em coordenação com outros organismos nacionais", mas não houve grandes melhorias.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.